Reunião Mensal – 04/05

Na última quarta-feira, 04/05/16, realizamos a nossa reunião mensal que desta vez, para além das trocas de ideias relativas as ações da Assembleia Popular Climática, contou com um nivelamento em comunicação digital oferecido pelo Duncan.

1ª Parte:

Presentes: Duncan O’Cruadhlaoich, Beatriz Leinig e Ricardo Leinig:

Com objetivo de nivelar conhecimentos básicos de utilização das ferramentas utilizadas pela Curitiba Pelo Clima (Blog WordPress, Facebook, Twitter, Instagran, Google Groups e Loomio), de modo a ampliar o número de membros do movimento que possam utilizar e potencializar a sua comunicação digital, Duncan se concentrou em demonstrar as funcionalidades do blog Curitiba Pelo Clima/WorPress, como também, algumas possibilidades de diálogo entre este blog e as outras ferramentas citadas. O objetivo foi alcançado e Ricardo passará a dividir a responsabilidade de postagens através do referido blog.

2ª Parte:

Presentes: Andressa Cavalheiro, Duncan O’Cruadhlaoich, Beatriz Leinig e Ricardo Leinig:

Inicialmente houve consenso para que a Assembleia Popular Climática se mantenha na mobilização para a utilização pública do terreno das “Moradias Cajuru”, até que esta iniciativa esteja minimamente consolidada e conduzida autonomamente pela própria comunidade. Enquanto isso, serão levantadas outras áreas da cidade para que futuramente a Assembleia venha a atuar. Existe a intenção de que esta próxima área seja na região sul da cidade, na localidade conhecida como “Jardim Bela Vista”, onde já existem iniciativas de jardinagem e hortas urbanas articuladas por membros participantes de assembleias anteriores (Newon Goto e Faetusa Tezeli).

Cajuru III

Sobre a atividade que está sendo realizada nas “Moradias Cajuru”, ficou decidido que se manterá o foco na mobilização para a limpeza da área, em articulação entre a prefeitura, moradores da comunidade e membros da Curitiba Pelo Clima. A esse respeito, depois das informações obtidas por Luiz Jorge junto à prefeitura, o próximo passo é tomar ciência do diálogo que precisa ser efetuado entre os moradores que já estão em conversa com a Curitiba Pelo Clima (Paquito e Sandra), com a associação de moradores da região que, por sua vez, já mantém diálogo com a Cohab – suposta proprietária do terreno. Se tentará que o mutirão de limpeza ocorra no último domingo do mês de maio (29/05), de modo que a estrutura da Curitiba Pelo Clima seja mantida. No entanto, como a prioridade é a ação prática em si, a data não está fechada e se não for possível para o fim do mês, ocorrerá assim que a articulação esteja efetuada. No mesmo dia do mutirão de limpeza, ao seu final, se iniciarão as atividades para mobilização e ocupação permanente do espaço. A ideia inicial é exibir filmes que tenham relação com a apropriação do espaço público por parte das pessoas. Também, ampliar a rede de parcerias com atores que já tenham desenvolvido iniciativas semelhantes em Curitiba, outras cidades do país e do mundo. Por exemplo, articuladores da Praça de Bolso do Ciclista, do Parque Gomm e o próprio membro da Curitiba Pelo Clima, Duncan, que já participou de iniciativas muito parecidas na Irlanda, sua terra natal. O valor geral dessas conversas é a demonstração da real possibilidade da conversão de espaços públicos ociosos ou subutilizados em lugares com qualidade ecológica, de vida, e agregadores de sociabilidade e cultura comunitária. Para a utilização do espaço em si, como também, para a expansão futura desse tipo de iniciativa. Por fim, sobre esse tema, se enfatizou a importância da maior participação da comunidade na iniciativa, de modo que a transformação do local se de, justamente, de acordo com as ideias, planos e sonhos locais.

Na sequência. foi apontada a necessidade de maior articulação da Curitiba Pelo Clima/Assembleia Popular Climática, com outros movimentos com temas bastante afins, entre os quais, o Coletivo Mobiliza Curitiba que atualmente desenvolve articulações para a participação popular na mudança da lei de zoneamento da cidade.

– Sobre as reuniões mensais da Curitiba Pelo Clima/Assembleia Popular Climática, elas se manterão na primeira semana de cada mês, mas em vez de ter a quarta-feira como dia estipulado, se fará um levantamento na semana anterior à realização da reunião para que haja conciliação das disponibilidades de participação de seus membros.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s